sábado, 19 de julho de 2014

Sobre a necessidade de dizer adeus



Dizem que dentre todas as possíveis coisas que nos podem acontecer durante a vida, a única que podemos ter certeza é a morte. Foi nisso que eu acreditei por um longo tempo. Infelizmente encontrei outra coisa para acreditar piamente que mais cedo ou mais tarde vai acontecer. Está coisa é o dizer adeus.

Sabe, é claro que fomos criados para, dentre muitas coisas, criar laços de amizades. O problema é que uma hora chega a despedida, e é para isso que não estamos preparados.

Não adianta tentar mostrar-se forte. Não adianta segurar as lágrimas com força. Não adianta chorar que nem criança. Não adianta tentar acordar desse sonho e voltar pra realidade. Afinal, essa é a realidade.

Quando se conhece uma pessoa por muito tempo, é natural pensar que ela nunca vai embora. E assim nos iludimos, pensando que o adeus não existe, pensando que sempre teremos essa pessoa para contar nossos problemas. E assim nos fechamos no nosso mundinho. E assim desistimos da realidade.

Pois bem, eu não estou escrevendo isso como um texto de auto-ajuda. Até porque acho que isso não adiantaria muita coisa. Escrevo porque me recuso a afastar-me de certas pessoas que sempre estiveram comigo. Escrevo porque tenho medo de perder tudo que conquistei por esses anos. Escrevo porque não quero aceitar essa realidade de dizer adeus.

Sabe, é bem difícil falar sobre sentimentos, mas se eu não o fizer talvez eu fique louca com os costumeiros monólogos. Às vezes você sabe que tem gente passando pela mesma coisa que você, mas é difícil dizer em voz alta.

Ainda me resta algum tempo para aceitar o fato. Ainda me resta algum tempo para largar minha teimosia. Ainda me resta algum tempo para crescer. E ainda há um tempo de sonho, onde posso confortar-me um pouco, antes de cair na realidade.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

[Playlist] Tempo de mudar



Hey õ/
Hoje eu quero compartilhar com vocês três músicas que eu simplesmente não consigo tirar da minha cabeça. Todas elas deixam uma letra sobre a importância de mudar. Ah, e como é necessário...
Para esse primeiro post de playlist, chego com as apresentações.
Primeiro você encontra o vídeo com a música. Abaixo há o link para a letra, a ao lado o cantor. E por último, abaixo de tudo, há minha frase favorita da música.


Por um momento assim - Fernanda Brum

"Às vezes há momento de começar a voar em meio a temores"



Saindo do casulo - Fernanda Brum

"Digo a mim mesmo:
O tempo é tempo e não volta
Não há mais tempo a perder
Não mais"


Nova mente - Filipe Flakes

"Quero enxergar o que eu nunca enxerguei
Poder renovar toda a minha mente"

Obs.: Super indico o canal desse último vídeo


Espero que vocês tenham gostado das músicas, do post, e que esperem ansiosamente nossa próxima playlist.

É isso meu povo. Até a próxima.
Sayo õ/


terça-feira, 8 de julho de 2014

#TemUmMinuto? - Foi por amor




"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenhas a vida eterna."
-João 3:16

Quando lê-se esse trecho parece que tudo foi muito generalizado. É como se Deus houvesse enviado seu Filho para salvar o mundo sendo Terra, e nós apenas por consequência. O que acaba se tornando um pouco vago todo esse amor que todos dizem existir.

Porém, o mundo não é tratado como planeta, e sim como humanidade. Então Deus enviou seu Filho por amor das pessoas que vivem nesse mundo. Por todas de viveram antes dele, e viveriam desde então. Cristo se sacrificou a favor de todos, independente de nacionalidade, crença, e personalidade. Sacrificou-se inclusive para os que não viriam a crer nele.

Mesmo assim, pensando desse modo, acabamos sendo mera consequência da humanidade. Mas vai bem mais além. Por sua onisciência, Deus já sabia sobre todos os seres humanos que viveriam. E bem mais que conhecer a existência, Ele conhece quem são. Ele conhece quem nós somos!

Sendo assim, aquela morte de cruz não foi algo aleatório. Dentro de todo aquele sofrimento Jesus estava pensando em mim e em você!

Ele não morreu para salvar um planeta, nem para salvar a humanidade generalizada. Ele morreu para salvar cada um de nós individualmente. Ele veio ao mundo pensando em todos nós, só que de um jeito especial em cada um.