terça-feira, 9 de junho de 2015

Relembrando O Que Vale Relembrar




Ué, só porque eles dizem o que deve ou não fazer, você faz ou não? Sim, eu sei, eles não entendem, ou pior, você não entende. Ou esqueceu?
Esqueci?

Aquele que era o Grandão no Céu, veio só para que você conseguisse parar de fazer o que eles diziam ser o certo ou o errado.

Se lembra, quantas vezes você riu quando eles disseram que você poderia rir, você na verdade queria chorar, ou apenas ficar sério. Mas, ao invés disso você era terminantemente obrigado a fazê-lo. Se não perdia tudo. O que você achava que era o tudo.
Lembra de quando você descobriu que realmente poderia chorar quando quisesse que aí viria uma mão no seu ombro para poder amparar-te? Ou você esqueceu que houve um sofrimento antes para que isto fosse possível?

Desde o começo, desde quando tudo se fez perfeito, depois caiu no desgosto, foi, era o Plano. Você poderia voltar a ser o que era, ser de alguém que quer você. Mas, houve um preço. E, esse preço já foi pago. Ou você não se lembra que sua fiança foi paga quando ninguém mais queria saber. Ninguém pode lembrar disso, nem mesmo você, mas, quem pagou se lembra. E Ele não cobrou nada em troca. Só pediu que você escolhesse.

Mas, mesmo com todas estas coisas, você continua, insiste que deve obedecer quem te faz chorar todos os dias. Parece bom. Parece vantajoso. Mas, só parece. Ou você não vê que está cada vez pior?
Sei, sei. Insistimos nos mesmo erros para termos certeza de que estamos errando ou não. Mas, veja bem, se existe uma Mão te cutucando dizendo que está errado e que você deve pegar outro caminho, escute, tente dar ouvidos.

Não esqueça que um dia, será tarde demais. Você mesmo escolhe quem escutar, eles, ou o Grandão. Você sabe, o muro não existe. Você pode parar de obedecê-los quando quiser, e pedir ajuda do cara da fiança quando precisar. Mas, também pode fugir ilegalmente. Porém, nunca vai conseguir escapar deles.

Você pode voltar. E sabe disso. Você pode parar, mas continua. Você pode... Mas não quer. Porque eles não querem. Você vai mesmo ser controlado por aqueles que de poder não tem nada além de um dedo que aponta o que não é culpado?
A escolha pode acabar logo. E, se não for bem escolhida, porque então escolher? Você não vai mais sofrer, mas vai correr riscos. A felicidade vai ser maior, mas eles vão rir de você. É tudo escárnio, algo que não vale a pena. Um dia a felicidade vai ser plena. Mas volte, pondere e escolha.


Jesus? Ou o mundo?



assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)

Um comentário: