quinta-feira, 23 de julho de 2015

Dia após dia



"Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal."
-Mateus 6.34

Esse é um dizer bastante conhecido. Olhando o contexto, percebemos que tudo o que Jesus queria dizer é que confiássemos nele. Para que cuidássemos da obra dele com diligência e que deixássemos as preocupação de outro dia para o outro dia.

"Basta a cada dia o seu mal" é uma frase bonita, que fica na mente da gente, que a gente fala e aconselha, mas que é difícil de se viver. Às vezes parece que queremos cuidar de detalhes de um futuro distante quando já dissemos que nossa vida é de Deus. Entregamos nosso ministério na mão dele num dia e no outro já estamos nos desesperando porque falta isso ou aquilo. Num dia pedimos que Deus tome conta e nossa carreira, no outro já estamos preocupados com o preço desta ou daquela faculdade. É que a gente fala e fala, mas não guardamos como preciosidade.

Às vezes nos sentimos frustrados ao ver que não conseguiremos alcanças nossas metas. Sempre tem uma situação da vida em que as condições não são favoráveis. É dinheiro que não tem, que quando tem não cura a alma. Mesmo que, aparentemente, tenhamos tudo, sempre há algo que nos desespera. Alguns têm medo de morrer, outros anseiam o dia do casamento. Nos distraímos do hoje por coisa tão pouca. Lamentamos do que não temos, planejamos o que queremos ter, mas o que temos fica de lado.

Ignoramos os segundos presentes e nos preocupamos. E nem passa na nossa cabeça que, enquanto nos desesperando com os problemas de amanhã, poderíamos resolver, calmamente, os de hoje.

"A força e a glória são as suas vestes, e ri-se do dia futuro."
-Provérbios 31.25

Dia desses me deparei com esse texto. E nesse dia eu me encontrava ansiosa com coisas que eu já havia entregado para Deus. O medo de um futuro incerto esteve comigo o dia todo, e ao ler esse provérbio, algo me chamou a atenção: E ri-se do dia do futuro.

A mulher que é retratada durante o capítulo 31 de provérbios era uma mulher cheia de responsabilidades. Ela se dedicava ao seu marido, trabalhava longe para sustentar sua família, não era preguiçosa, antes, extremamente dedicada a cuidar de seu lar. Uma mulher ocupada, certamente, porém não desesperada.

É que a gente pensa que excesso de atividades é motivo para desespero. Nos esquecemos que servimos a um Deus que não respeita os limites do nosso tempo. Entregamos nossas vidas a ele, mas agimos como se ele não estivesse aqui.

A mulher de Provérbios 31 ria do dia do futuro. Não era um riso para não chorar, nem um riso falso. Ele olhava para o futuro e se alegrava, porque sabia a quem ele pertencia. Então ela vive o hoje, se enche de força para enfrentar o problema de hoje.

Às vezes nos achamos pequenos demais para fazer certas coisas, e queremos esperar o momento certo para fazer tal coisa para Deus. Mas digo a você que o tempo é agora! Não temos mais tempo a perder. Deixa o mal de amanhã para lá. Enfrente o gigante de hoje e deixe o leão esperando a vez dele. Não podemos chamar todos eles para a briga de uma vez. Os problemas estão quietinho no canto deles, esperando o momento certo de aparecer, mas parece que a gente vai correndo atrás deles querendo resolver as coisas, mas só complicamos.

Pense em seu problema de hoje. Trace uma estratégia para hoje. Lute bravamente hoje. Sinta a satisfação de conquista hoje. Hoje mesmo você poderá oferecer ação de graças à Deus, porque hoje mesmo você escolheu ser um servo fiel. E o amanhã não importa. Ele que espere sentadinho no cantinho dele até acordarmos radiantes no dia seguinte, com forças renovadas para, mais uma vez, enfrentarmos o problema de hoje, dia após dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário