terça-feira, 25 de agosto de 2015

O dia em que pensei que a vida não valia



Animação virou algo inexistente.
Todos os dias passados em branco.
Há um grande escuro no peito, uma dor.
Não há mais como viver no mundo.
Parece que já passou da hora.

E nada...
Aguardo.
E nada...

Parece que ainda falta muito. Mais que uma eternidade.
Quando irá me chegar o que é a felicidade?
Satisfação falsa.
Verdade mal contada.
O que é a ilusão?

Não existe mais o que é certo.
O que na verdade é integridade?
Já não existe cura,
Já não existe vida.

Mas assim como estou...
Espero e olho,
Vejo uma luz,
Lá no fundo,
Me cega,
Eis que vêm como ladrão da noite.
E, preenche o meu peito,
Limpa minha insatisfação,
Passa o falso para o verdadeiro.
Receita perfeita do bolo da vida.
Parece que não passou nem um segundo,
Como pode alguém mudar tanto por uma gota de sangue.

Ao ver, parece humano e insignificante,
Mas ao entender, é mais e tudo.
É o viver devolvido para aquele que nunca teve.

São coroas de espinhos,
São pregos em mãos,
São cruzes,
São humilhações,
Açoites,
É o conjunto da salvação.

É o conjunto do amor literal.

assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Primeira reflexão de um novo ano que se inicia



Nunca é tarde para mudar. Pena que demorei para perceber isso. Passei muito tempo pensando que o que foi escolhido antes é para sempre. Não me refiro a escolha profissional ou a gosto musical. Me refiro a mim mesma, a minha personalidade.

Em meio à coisas novas e às costumeiras precipitações, na euforia de causar boa impressão, não notei que havia me tornado alguém diferente de mim. Infelizmente, firmei meu pensamento em "o que está feito, está feito".

Percebi que estava redondamente enganada. E que essa ideia não era o que eu achava sobre a situação, mas sim o medo de reconhecer que eu estava fazendo errado desde o começo. Eu sabia que mudar era a solução, mas quem disse que eu queria mudar? Quem disse que eu queria o caminho mais longo ou fazer o retorno para tomar o caminho certo?

Mudar não é fácil para ninguém. Geralmente onde estamos é nossa posição mais confortável. Às vezes mudar significa derrubar tudo o que construímos porque as bases estão tortas. Quantas vezes esquecemos que a base é a mais importante, que os princípios definem o resto.

Quantas vezes usamos máscaras para esconder nossos defeitos. Brincamos de Human Doll com medo de mostrar nossas imperfeições. Quem dera que isso acabasse apenas no modo de vestir, e que não seguisse para o modo de pensar.

Sem bases fortes não conseguimos construir um edifício. E por vezes estamos tão desorientados que não paramos por algumas horas ou dias para decidir o que fazer da nossa vida. Estamos tão empolgados em como agir e com o que falar na frente desta ou daquela pessoa que não paramos para pensar o porquê de tudo isso. Será que estamos preocupados com nossa credibilidade? Ou será que estamos apenas desesperados por aceitação?

E depois de viver, exatamente, quinze anos, percebo que vivo deixando o mais importante de lado. E se tenho uma resolução para os próximos 365 dias é esta: Pensar quantas vezes forem necessárias para definir para onde estou caminhando; esquecer o "viva intensamente hoje" e adotar o "viva intensamente a eternidade"; viver não por respirar, mas por agir.

Mudar quantas vezes precisar para não agir sobre princípios tortos.

-------------------------------------------------

Ao ler o título do post, você provavelmente pensou "Ué, mas ainda estamos em agosto. Como assim 'ano novo que se inicia'?". Pois bem, digamos que hoje se inicia meu novo ano. Por quê? Porque hoje é meu aniversário, oras. Mais um ano de sobrevivência que Jesus me deu nessa terra. O que acham de post deste post do tipo "mais pensante"? Digam-me o que acham. Quem sabe vem mais por aí :D

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Cadê ânimo na vida?



“Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo. ”- João 16:33
Vontade de viver é o que falta, principalmente nesse mundo aqui.
Corrido...
Uma cara amassada que permanece o dia inteiro. Não quero falar com as pessoas. Não quero olhá-las, quero apenas chegar em casa e dormir muito.
Desânimo, falta de coragem, é o que nos afeta no dia-a-dia.
Nervosismo, raiva.
É isso que acaba conosco.
Esse é exatamente o ritmo que não devemos viver.
É bom lembrar que Jesus disse uma vez:
“Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. ”
Ás vezes queremos que o mundo cale a boca por ao menos um segundo. Esquecemos que Jesus pode fazer isso. Pois, Ele cala até os demônios, porque não poderia calar o Universo?
Esquecemos que se não dermos um sorriso, o mundo não vai fazê-lo por nós. Alguém na rua poderia estar precisando de um olhar de simpatia que poderia mudar esta vida, mas esquecemos de nossa missão.
Mas, quero lhe informar que, se você ainda está vivo, é tempo de mudar. Pedir ânimo para viver neste mundo, perceber pequenas bênçãos que nos dão felicidade, acordar a cada dia é trivial, porém, um milagre.
Gratidão é o principal para se seguir neste mundo e espalhar o amor dos amores. Ter amor, faz com que você queira espalhá-lo.
Lembre-se que Jesus foi cuspido, traído e humilhado, mas, seguiu até o fim, por um ser humano que aparentemente não poderia mais adquirir mudança. Mas Ele acreditou que um dia nós mudaríamos, nos deu uma chance, e esta se estende a cada dia.
Por isso temo que viver com ânimo e felicidade, se não o consegue peça a Deus, pois Ele nos muda e se permitirmos nos faz felizes.
Para ser feliz não há dinheiro que pague. Devemos nos manter em Deus, porque a tristeza é o império do mundo.

Que hoje possamos dobrar os joelhos e continuar o dia com animação e alegria que os outros não tem, mas podemos distribuir para estes.

assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Cresce, coração



Ah, menina...
Pobre menina, cuida de ti.
Cuida de teus sonhos, teus projetos,
Cuida do teu coração.
Coraçãozinho sofrido,
Martirizado por ti
De tanto pensar no menino
E planejar daqui dez, vinte anos
O que talvez não aconteça.
Deixa disso, menina!
Pare antes que pereças.
Conheces tu tua fragilidade?
Veja, menina,
Não fuja da verdade.
Bem sabes que teu coração é fraco,
E sabes que ele é bobo, sim.
Reconheces até seus sorrisos
Em meio a devaneios
A pensar no menino.
Menina, guarde tua alma.
Segura ela com força!
Você sabe que não vale a pena
Trocar a paz por fantasia,
Deixar o hoje pelo amanhã,
Trocar você pelo menino.
Menina, não consegues ver?
O menino não pensa em você,
Não pensa em te ver,
Não lembra teu nome...
Menina, por que insistes tanto?
Queres tu chorar escondida
Molhando teu canto
Com lágrimas frias?
Aquece-te, menina!
Desista da ideia
De um abraço quentinho.
Esquece-o, menina.
Desista de sofrer.
Bem sabes teu valor,
Teu nome de princesa,
Conheces tua beleza,
Prossegue com o pudor.
Não abandone-o agora,
Não deixe-o para fora.
Agarra com as mãos,
Tranca no coração,
Proteja teu pudor.
Menina, por que não queres crescer?
Teu corpo já mudou,
Tua mente se expandiu,
Mas teu coraçãozinho...
Ah, esse pobre coração...
Ele continua o mesmo de sempre.
O mesmo bobinho
Implorando ato de carinho,
Se arrastando aos pés
Do primeiro que vê.
Menina, será que não vês?
Espere um pouquinho e verás.
Por ora,
Deixe o menino para trás.
Menina, cresce!
Te apresse!
Torne-te moça
Não só nas vestes.
Tu podes mais.
Bem mais do que acreditas.
Menina, não sofra mais.
Antes,
Veste-se linda
E espera o belo rapaz.
Feche teus olhos curiosos
Para que a curiosidade não te mate,
Para que teus olhos não desejem
Menino outra vez.
Não sabes que menino não serve?
Menino não sabe amar,
Menino não sabe entregar,
Menino não sabe ceder.
Sossega o coração!
Entregue-o às melhores mãos.
Deixe-o lá em cima
Com o cara Grandão.
Eis que ele prepara
Teu coração e o do rapaz,
E planeja do início ao fim da vida.
Menina, sossega,
Aprenda a esperar.
Não espere pelo amor perfeito,
Não espere pelo príncipe eleito,
Só espere pelo melhor.
Não o seu melhor,
Que cá entre nós não é sempre tão bom.
Espere o melhor do Grandão
Que pensa tão grande
Com clímax emocionante,
E o final esperado:
Felicidade.
Menina, se aquieta
E deixa teu Deus trabalhar.
Feche teus olhos,
Deixa de olhar
Para este ou aquele rapaz.
Antes,
Torna-te moça.
Aprenda a cordialidade,
Pratique a sinceridade,
Dedique-se ao serviço,
Persista em fortalecer o coração,
Aprenda a dizer um "não",
Aumente aos pouquinhos a fé,
E o Grandão que está lá no céu
Descerá com sorriso no rosto
E te tomará por habitação.
Moça pequenina
Que abriga no peito o Grandão,
Enquanto ele cuida deste coração.
Moça agora que espera,
Moça que não desespera,
Moça com jeito de moça
Não só na roupa.
Moça crescida,
Moça bonita,
Coração de menina,
Rumo à força de mulher

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Sofrimento Que Traz Paz



Sofrimento sarado. Angústia superada. Mal abolido.

Foi isso.

Isso que fez com que fossemos felizes.

O mundo do lado de fora não prega verdade.

São outdoors da mentira; folhetos de enganação.

Lixo não é o que pisamos quando estamos nas ruas.

Pisamos numa libertação. E a arrastamos.

Estamos sujos de nós mesmos.

Mas, há um banho que pode ser tomado,

É só querer, é só ter vontade.

Vontade eu sei que tu tens, todos têm;

Só falta coragem de ver o céu se iluminar;

De ver tudo mais limpo.

Pois, o desconhecido, para todo o ser,

 Diz a lenda:

Faz mal.

Mas o desconhecido te conhece,

E só está esperando você decidir conhece-lo.

Te ama, mesmo você não sabendo,

Te consola, mesmo tu não pedindo.

Só espera um sim para ir te dar felicidade;

Para fazer com que tu pares de te enganar.

Foi o sofrimento que trouxe nossa glória.

Aceite com vontade,

De mudar uma vida, a sua, e do outro ao lado.


assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)


quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Cantai um cântico novo



Sabe quando você ora por um propósito e parece que ele nunca vai acontecer? E quando você até crê que Deus é poderoso, mas parece que Ele não ouve suas orações?

Acho que todos nós já passamos por isso. Nos preocupamos, no começo um pouco, e depois um pouco mais. Quando percebemos já estamos tão longe de Deus que não conseguimos confiar nem nosso sono a Ele, e perdemos nossa paz.

Percebi que o mais importante de tudo é confiar em Deus. E não só confiar, mas agradecer a Ele por ser quem Ele é. Quer saber por quê? Dá uma chegadinha nesse salmo.

"Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele fez maravilhas; a sua destra e o seu braço santo lhe alcançaram a vitória. O Senhor fez notória a sua salvação; manifestou a sua justiça perante os olhos das nações"
-Salmo 98.1,2

Se confiarmos em Deus, veremos em todo o caos do mundo o braço dEle a nos proteger. Veremos em cada situação dolorosa seu Espírito nos consolar. Confiamos que Ele é o Deus que cuida, e que tudo o que acontece é uma maneira dEle nos mostrar que nos ama. Quando confiamos, conseguimos ver a veracidade desse salmo em nossas vidas.

Vemos que as maravilhas que Ele faz não são necessariamente coisas grandiosas que fazem os que estão em volta ficarem surpresos. Percebemos a cada dia uma nova maravilha que, por menor que seja, estampa um sorriso no nosso rosto e faz com que percebamos o zelo de um Deus tão grande para com seus servos tão pequenos.

Percebemos que a nossa vitória está nEle! E não só uma bolsa na faculdade ou a cura de um câncer - isto também, pode acreditar. Digo porque às vezes parece que Deus só faz coisas grandes, e como não precisamos de uma coisa grande, nunca veremos a manifestação de sua glória nas nossas vidas. Mas Ele nos dá pequenas vitórias também. Nossa vitória pode ser um sorriso de um enlutado pelo qual estivemos orando, pode ser a conversão de um amigo, e até mesmo a paz em nosso lar.

Percebemos que Deus é um Deus de maravilhas. Percebemos que Ele se importa conosco, e que quer nosso bem. Se ficarmos quietinhos observando tudo, deixando esse mundo corrido de lado por um instante, veremos a gratidão jorrar de dentro de nós. E o que fazer com essa gratidão toda?

Cantai ao Senhor um cântico novo, o salmista diz. Isso mesmo! Cantai!

Não, não. Isso não é uma expressão para "faça parte de uma orquestra" nem uma gíria para "se torne um missionário". Cantar significa exatamente cantar. Mas pra que isso, afinal?

É que quando a gente canta, expressamos nossos sentimentos. E "cantar um cântico novo" é como escrevermos nossa própria música para cantar, entende? O que Deus quer é que você pegue aquela experiência que você teve com Ele e faça uma composição cheia de harmonia!

Quando escrevemos uma música há toda uma preocupação de fazer com que haja rimas, que o tempo fique bom, que as notas casem com a voz, no arranjo de cada instrumento, e várias outras coisas. Produzir uma música leva tempo e exige esforço. Você abre mão de uma soneca à tarde, de uma saída ou outra com os amigos, de algumas horas nas redes sociais só para ver sua composição bela e perfeita diante dos seus olhos - ou de seus ouvidos, no caso.

Cantar um cântico novo nada mais é que cantar uma música nova, cantar algo inédito sobre algo que Deus fez. É se empenhar para expressar com poesia e decoro o que Deus fez por você.

Talvez você não cante. Mas pode ser que você escreva, desenhe, encene. Talvez você não se dê muito bem com arte, então ame, console, converse.

O importante não é ter um conteúdo que pode ser vendido, nem algo que possa ser registrado. O importante mesmo é gastarmos um real tempo com o que realmente importa. Precisamos mesmo é passar dias a fio em busca de inspiração. Mas inspiração para quê? Para passar a personalidade de Cristo através de nossas obras - em ambos os sentidos.

Permita-se o direito de fazer arte! A arte de ouvir um desabafo, a arte de falar sobre Jesus, a arte de sorrir quando sua vida vai de mal a pior, e tantas outras artes bonitas de se presenciar.

Expresse o amor de Deus através de suas ações. Entregue-se totalmente a Ele. Permita que Ele coloque ideias em sua cabeça que glorifiquem o nome dEle.

Cantai um novo cântico. Ou melhor, seja você essa nova canção!



Mente e coração
Leonardo Gonçalves





quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Tempo Certo; Tempo Errado




Ás vezes, acho eu particularmente que, cada um tem um tempo.

Um tempo para aceitação. Um tempo para superação. Um tempo para conseguir levantar da cama de manhã.

Todos nós temos tempos diferentes, e alguns, possuem tempos parecidos.

Uns são muito mais lentos para algumas coisas, enquanto outros são mais rápidos para outras, e vice-versa.

Se nós criaturas tão falhadas em muitos pontos da vida temos tempos e horas diferentes para tudo. O que nos criou também tem um tempo para tudo. Parece mais lento para nós, ou mais rápido, acho que depende do ponto de vista.

Pense bem, Ele poderia criar a Terra com um só “a”, mas, preferiu ir por etapas, parte por parte, em 6 dias criou Ele os céus e a terra e no sétimo dia descansou. Até Ele teve seu tempo, Sua paciência. Por isso existe o nosso tempo, para que exista também a nossa paciência. Porque, convenhamos, fazer as coisas com pressa e rapidez faz com que tudo saia ruim, sei eu que se Ele fizesse com o “a” a Terra iria sair perfeita do mesmo jeito, porém e nós?

Reclamamos mil e uma vezes quando algo demora para vir, mesmo que seja um pedido para o Cara Que Habita Nos Céus, mas, Ele mesmo esperou para realizar as coisas, e, sempre ao nosso favor que Ele nos faz esperar. Ele espera por nossa causa. Ou você acha que Jesus não queria já ter voltado logo, e acabado com toda a palhaçada que acontece na Terra? Acho que talvez queria sim.

Porém, assim como o a metamorfose de uma borboleta, todas as coisas têm o seu tempo certo para acontecer, se não tivesse e acontecesse tudo de uma vez, não valorizaríamos, não aprenderíamos, e, seria tudo de qualquer jeito.

Todos os personagens da Bíblia tiveram que esperar de certa forma por uma salvação divina. Podia demorar, mas, sempre acontecia algo inesperado que mudava todo o curso da história.

Por isso esperar, mas não de braços cruzados, de joelho no chão é melhor, existe um propósito para tudo na vida, aumentar seu tempo ao infinito e além é o propósito da demora de Deus, pois assim, dá para se esperar com esperança.
Quanto maior seu tempo, maior sua fé.

E é assim que Deus constrói paciência no mundo ansioso.

“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião.” Ec 3:1 – V. NTLH

assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)

domingo, 2 de agosto de 2015

O Seu Design



Significado de design:

“Conjunto de objetos criados sob tais critérios.”

Você já parou para pensar sobre o seu design?

O que? Você tem um design?

A resposta é sim meu querido amado leitorzinho. Se pensarmos bem, design é tudo que tem forma e cor, olha, acho eu que você tem uma forma e uma cor.

Seus olhos. Seu nariz. Seu cabelo. Sua cor de pele. Sua boca. Tudo isso define como você é, seu formato.

E, olha, todo artista procura alguma inspiração para começar suas obras de arte, todos fazem uma pesquisa enorme antes de pintar um quadro ou tirar uma fotografia, fazer uma escultura, etc. Do mesmo modo foi com Deus, cara, ele se inspirou em si mesmo, fez um autorretrato dEle mesmo ao fazer você. Sim, se considere uma obra de arte, porque Deus é o mais magnifico de todos os artistas e o que Ele fez valeu o preço de Seu sangue.

“Assim Deus criou os seres humanos; ele os criou parecidos com Deus. Ele os criou homem e mulher. ” – Gênesis 1:27- v. NTLH

Parecemos com Deus na aparência, mas, e o design interior? Como fica?

Além de fisicamente decaídos, estamos regredindo por dentro, cada vez nos parecendo menos com Jesus por dentro, e, sem esforço de nós ficamos cada vez mais perdidos nos perguntamos quem nós somos.

Somos filhos de Deus! Duvida? Na Bíblia inteira nós vemos muitas pessoas chamá-lo de Pai, ele pede isto para nós, o que era perdido ainda ele quis vir procurar, atitudes de Pai ou não?

Nos chama de filhos, nos fez a sua imagem e semelhança, nos aceitou mesmo depois de termos pisado feio no calo dEle. Que amor é esse? É o amor que temos recusado por ter um design perfeito demais para nossa imaginação limitada. A cor e o formato da perfeição.


Ele nos deu mais uma chance para aceitarmos a oferta de seu produto. Será que iremos aceitar e adotar o seu desenho?

assinado: Isa (tentando ajudar sempre que for possível ou impossível)