quinta-feira, 7 de julho de 2016

Saindo do Casulo



Tem coisa nessa vida que a gente tem que passar. E nem adianta espernear, pois é para crescimento nosso. E também não dá pra transferir responsabilidade, e nem tomar as dores do outro.

Às vezes a gente tem pressa pra ver as coisas acontecendo ou a situação se resolvendo, e tentamos fazer tudo o que está na responsabilidade de todos para acabar logo com a novela. Mal sabemos nós que a força que uma lagartinha faz para sair do casulo é que torna suas asas fortes.

No impulso, a gente quer livrar quem amamos de situações difíceis, mas isso faz um mal que você nem imagina. Tem coisa que a gente passa sozinho; só segura na mão de Deus e vai. E aos pouquinhos vamos aprendendo, quebrando a cara e tropeçando, a sermos pessoas melhores.

Comprar briga de outra pessoa é roubar a oportunidade que ela tem de crescer. Não estou dizendo que não pode ajudar - até porque um bom conselho e um ombro amigo não fazem mal a ninguém. Só precisamos entender: cada um de nós tem sua própria guerra; somente arregaçando as mangas e lutando é que se tem a chance de ser vencedor.

O meu desafio é meu. O teu desafio é teu. Não há crescimento para nenhum dos dois quando se transfere responsabilidades. Por isso, não roube a chance de ninguém de ter asas fortes que alcem voo. Antes, peça em oração que Deus dê força e determinação para que a lagartinha se liberte do casulo e seja livre para uma nova transformação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário