quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Após a chuva



A jovem moça estava à janela, falando sobre as injúrias da vida, sobre a dor que tarda a passar. Observava a paisagem tempestuosa e se identificava com cada folha frágil que se desprendia de seus ramos e era empurrada, sem rumo, a um destino desconhecido. Ao lado estava sua avó, que admirava a mesma paisagem como se fosse obra de arte.

- Vai dar tudo certo! - a senhora de cabelos grisalhos tentava consolar a neta.

- Para você é muito fácil dizer, nessa cadeira de balanço, sem grandes responsabilidades além de regar as plantas. É diferente de ter que lidar com um monte de pessoas que eu não aguento, e com aquele nome que eu detesto. Todos os dias!

- Logo mais tudo isso passa.

- Mas você diz isso sempre!

- Toda dor é por enquanto.

- A minha situação já deixou de ser dolorosa há muito tempo. Agora é simplesmente insuportável!

- Já tive minhas dores dessa vida. Se pensas que já não mais tenho se engana. Ou achas que depois de várias décadas a dor se cansa de bater à porta, ou então esquece o caminho?

- Então você sabe muito bem o que eu estou passando. Você sabe o quão horrível a vida pode ser!

- Preste atenção, menina. A vida é como mãe que faz o jantar e obriga os filhos a comer os vegetais, pois sabe que faz bem.

- O que isso quer dizer?

- Espere...

E como se esperasse a deixa, a tempestade se escondeu. Depois veio o sol. O resultado foi o que se aprende na escola, que a ciência comprova, mas que se duvida quando os olhos não veem. Um belo arco-íris se formou diante das expectadoras detrás da janela.

- Viu? - a voz rouca retomou a conversa.

- É maravilhoso!

- Se a chuva não vier, não saberás como é bom voltar para casa com os pés secos, não darás valor aos dias que podes andar pelas ruas sem dificuldades, não acharás ruim quando o ar estiver seco. Sem as trovoadas, o canto dos pássaros não será tão belo. Se todos os teus dias forem ensolarados, não poderás contemplar o arco-íris.

----------

Notas finais

Eu quero agradecer à Yasmin pela ideia do título. Sua mente é muito demais ♥ TuT

As partes em itálico são trechos de músicas. Caso tenham interesse, é só copiar a parte em itálico e jogar no Google. 

Esse texto foi escrito pensando na Fran lá do Graça em Flor, com uma de suas 24 lições aprendidas em 24 anos.

----------

É isso pessoal!

Fiquem com Deus
e até a próxima! o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário