sábado, 10 de dezembro de 2016

Eu acredito na regeneração


Eu acredito na regeneração. Eu sei que nem todo mundo sabe lidar com essa realidade, e que às vezes nem eu mesma sei, mas ela está aqui. Está em toda parte! Eu sou um exemplo de regeneração, e muito provavelmente você também seja.

Quem era você há um ano? Quantas coisas ruins você fazia sem notar, e hoje luta arduamente contra elas? Se as pessoas decidissem se relacionar ou não com você tendo em vista seus anos mais rebeldes, quantos amigos você teria?

Quando permitimo-nos viver a constante metamorfose típica da humanidade, estamos de mãos dadas à regeneração. Quem é você hoje? O seu eu do passado olharia para você e diria: "Uau! Olha só como melhorei!"? Então você é um exemplo de regeneração.

A regeneração é real em nós, mas à vezes fazemos como diz uma letra de Lito Atalaia: "Que a Lei seja sobre eles e a Graça sobre mim!". Queremos o perdão de Deus e dos homens, afinal, nós mudamos, e não há erro em almejar perdão. O problema é quando usamos pesos diferentes para todos aqueles que não são nós mesmos.

Olhamos para o passado das pessoas e determinamos o presente delas. Se ela mentia antes, quem garante que ela é honesta hoje? Se ela errou ontem, com que moral ela vem pedir perdão hoje?

Eu acredito na regeneração! Senão, seria um tiro em meu próprio pé. Só Deus e eu para saber o quanto que caí, e para saber a garra com que me levantei. Só Deus e cada um dos seres humanos da terra para saber dos piores deslizes e das mais gloriosas ascensões.

O problema é que o erro é público, mas o arrependimento acontece no quartinho trancado, mergulhado em lágrimas, reconhecendo a natureza pecadora diante do Deus imaculado. Ninguém vai ver quando você se sentir um monstro à noite, mas todos verão suas garras sujas de sangue pela manhã. Só Deus para tratar no interior de nossas feras. Ele nos doma muito bem, mas continuamos sendo os seres peludos, pecadores. Para todos, é só uma questão de tempo até que caiamos novamente e usemos nossas garras para destroçar alguém. Por isso é tão difícil acreditar na regeneração.

Mas eu preciso dela, por isso vivo e, mesmo não sendo comum, eu acredito. E você?


Nenhum comentário:

Postar um comentário