domingo, 16 de julho de 2017

Tributo ao Eu Sou



Entre o movimento
Deslizando suavemente através do tormento
Move lento,
Sempre atento
Às lamentações e ao clamor de sofrimento.

Ao grito, suspiro
Não faz pouco caso
O descaso não faz parte da essência
Inocência.
No rosto corado diante do amor registrado
Também está.

Tão presente quanto oxigênio
Tão ausente quanto olhos a piscar
Se não é visível não deixa de estar
Se está então se move
Ah, como move!
Move-se como o ar.

E eu aqui de olhar atento
Quando percebo tua presença
Perco o alento,
Perco o medo
E a razão.

Sem orgulho no peito
Entre teus braços me deito
Me ajeito
Choro a dor e o desespero.

Meu mundo cai.
Para mim, só resta o teu.

sábado, 8 de julho de 2017

O que tenho aprendido sobre esperar em Deus



Esperar em Deus...

Esse é um assunto que já tratamos aqui, mas que é sempre bom relembrar já que estamos nesse mundo tão imediatista. Além de que eu tenho aprendido muito sobre isso desde a última vez que tratamos desse tema, e são coisas que eu gostaria de compartilhar com vocês.

Vamos lá?

1. A resposta é NÃO até que Deus diga SIM
"Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor" (2 Timóteo 2.22)
Paulo bem instruiu Timóteo a fugir dos desejos da mocidade. Timóteo tinha uma missão: Pastorear a igreja de Éfeso. Ele não poderia dar-se ao luxo de distrair-se. Um relacionamento poderia ser o motivo de sua edificação ou de sua ruína.

O interessante é que na tão aclamada juventude, qualquer parte em nós que pense ou sinta está borbulhando de informações e inconstâncias. Hormônios, incertezas e carências. Não parece uma boa combinação. A nossa tendência é dizer SIM à opção menos pior!

O crush anterior odiava religião. O crush atual é cristão. "Sim! É claro que Sim!". Mal esperamos a hora de acabar com a vida de solteiro, e então não pensamos direito. Por isso, até que Deus crie cenários e situações, até que Ele diga "Vai na fé que eu estou nesse mixtério", até que o próprio Sondador de corações diga SIM, a resposta é NÃO!

2. Só se é solteiro uma vez

"Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" (Gênesis 2.24)
Esse é o plano: Do namoro ao casamento, e lá até que a morte nos separe. Realmente, só se é solteiro uma vez. Esse é o momento para cuidar dar bases. Traumas não curados, feridas não tratadas, laços em conflito. Se existe um momento para fincar meus pés no chão, fixar os olhos no céu e deixar o vento de Deus me levar, o momento é esse. O momento único onde eu só preciso dar conta de mim mesma, antes que chegue o noivo, e então os filhos. Se a ansiedade bate e a vontade de namorar quase me empurra pro meio da pista, repito a si mesma vezes o suficiente para me convencer dessa verdade.

Esse é um momento único.
Esse é um momento único.
Esse é um momento único.

Um tempo que jamais voltará precisa ser aproveitado.

3. Sobretudo, Jesus é o meu Noivo

"Porque o teu Criador é o teu marido; SENHOR dos Exércitos é o seu nome; o Santo de Israel é o teu Redentor; ele será chamado o Deus de toda a terra." (Isaías 54.5)

Essa é uma verdade que eu preciso me lembrar diariamente. Um relacionamento não serve para preencher os vazios que eu tenho aqui dentro, mas Cristo faz isso. Quando eu compreendo que Ele é tudo o que eu preciso, eu consigo descansar. As incertezas não conseguem tirar o meu sono. Quando será que ele vai chegar? Será que ele vai chegar algum dia? Não importa. Eu tenho a Cristo, e isso me basta. Mesmo que eu esteja esperando no porto o meu sonho chegar, mesmo que os anos passem e nenhum navio se aproximar, mesmo ali com às expectativas em cacos, Jesus ainda estará lá. "Vamos para casa?", e após alguma lágrimas e lamentações tudo estará bem, pois o meu Noivo estará lá.

Então uma pergunta curiosa que sempre me fiz...

Se estou esperando em Deus o tempo todo, como saber quando se estou preparada?

A resposta é simples! Quando eu chegar ao ponto de concluir que não preciso de um relacionamento para tocar a vida, quando eu concluir que já tenho tudo o que eu preciso, quando a satisfação superar aos desejos compulsivos, aí sim estarei preparada. E você também!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Relacionamentos descartáveis e Amor eterno


Nesse mundo onde as coisas são programadas para se autodestruir com o tempo, é meio difícil acreditar em algo que dure longos períodos, que dirá algo que seja eterno! Primeiro foram os guardanapos e os copos descartáveis, depois as roupas que rasgam e desbotam na terceira lavagem, os celulares que travam após um ano de uso e por fim os relacionamentos que cansam ao primeiro conflito.

O amor hoje é algo desconhecido. Hoje chamamos o queimar do coração de amor. São emojis no whatsapp e beijos calorosos às escondidas. Sério mesmo? Hoje chamamos o requerer de amor, e não mais o entregar. Eu não quero saber de me submeter, você também não, e pode apostar que o resto do mundo também se recusaria.

Amor eterno... Que utopia! Como amar alguém depois de conhecer o pior defeito? Como retornar depois de uma briga daquelas? Como tornar eterno aquilo que se desgasta com o tempo?

Sabe, eu não sei se o que eu vou dizer aqui vai te agradar, mas eu preciso dizer. Esse seu olhar de descarte não é culpa das pessoas grudentas ou alheias demais que você já se relacionou. Isso é um reflexo do que há em seu coração. Eu sei, eu sei, relacionamentos descartáveis não parecem tão ruins assim, afinal, se não deu certo com um, com certeza existem milhares à sua espera. Mas será que você já parou para pensar sobre isso?

É gastar horas de sua vida rasgando fotos, cartas e papéis de bombom. É sentir a dor da separação e não demonstrar, porque você é "forte" demais pra isso. É não se dar o tempo de curar o coração antes de mergulhar novamente no mar de pretendentes. É dar a várias pessoas o seu corpo mas nunca sentir-se seguro o suficiente para oferecer o coração. É não ter alguém para fazer valer o até que a morte nos separe. É não ver o rosto amado envelhecendo com o tempo e não ter a oportunidade de perceber que a cada dia o semblante está mais lindo.

Não importa o quão românticos sejam, relacionamentos descartáveis são perigosos, e deixam profundas marcar no coração. Marcas essas que costumamos não ter tempo nem boa vontade para tratar. Ferida sobre ferida, até que nossos corações pareçam escombros pós-guerra. Não parece um tanto injusto conosco mesmos nos colocarmos em uma situação dessas?

Eu sei que parece impossível guardar o coração e o corpo para uma pessoa até que a morte os separe, mas pode ter certeza que existem loucos por aí que fazer essa loucura, só para quando encontrarem a pessoa certa estejam em plenas condições de recebê-la. Além disso, existe Um que no auge de sua missão mostrou a declaração ainda mais profunda: Que nem a morte nos separe!

Cristo morreu naquela cruz para te salvar da condenação eterna e de si mesmo. Ele veio para que tenhamos vida, e para que a tenhamos em abundância. Ele veio para que você não precisasse afogar suas mágoas em bebidas, drogas, festas, orgias ou em outras pessoas. Ele te convida para um casamento eterno onde Ele é o Noivo, e toda nós somos a Noiva. E Ele é capaz, sim, de preparar a pessoa que caminhará contigo até a morte, porém, deixe que Ele - e apenas Ele - te complete.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Meu fardo é suave


Porque o meu jugo é suave,
e o meu fardo é leve
(Mateus 11.30)

Ei! Sossega esse teu coração! Você não precisa carregar o mundo inteiro nas costas. Não cabe a você ter todas as respostas, nem estar em todo canto no mesmo tempo. A ti basta apenas um momento, um espaço e um coração para cuidar. Sou Eu o Onipresente, e também sou Aquele que, nem mesmo cuidando de todo o universo, pode se sobrecarregar.

A mochila de acampamento sobre suas costas têm tornado a caminhada cansativa. Você acha que está fazendo tudo certo, acha que fui eu quem te designei esse peso, mas na verdade a única coisa que te pedi que carregasse foi a sua cruz! Pela tua renuncia te conhecerão, e saberão que você pertence a Mim.

Pode continuar com o peso nas costas, se quiser. Posso garantir que o melhor é desprender-se. Mas, caso sinta a mochila envergar sua coluna, é preciso reconhecer: Não fui eu quem te sobrecarreguei.

O meu fardo é leve. Jamais te daria um pacote ou uma missão maiores do que você pudesse suportar. Essas bugigangas que você carrega parecem insignificantes. Poucos gramas, diria. Pouco a pouco começam a tomar forma e peso, e já não é possível caminhar sem se cansar.

Eis que faço o convite: Venha até mim você que está cansado, e eu te aliviarei. Pode deixar os objetos sem medo. Providenciarei tudo o que lhe for necessário na caminhada. Colocarei sobre ti uma missão. Mas não tenha medo, pois o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve!

quinta-feira, 4 de maio de 2017

E se Jesus voltasse agora?


- E se Jesus voltasse agora?

- Seria bom.

- Você iria com ele?

- Eu não sei.

- Sinceramente, se conhecendo.

- Eu acho que não.

- E se você soubesse que ele voltará amanhã ao meio dia?

- Seria diferente!

- O que, por exemplo?

- Se eu soubesse que ele voltaria amanhã ao meio dia, eu passaria a noite em claro orando, esta noite ainda eu falaria a todos que eu encontrasse sobre como Jesus morreu para salvar a todos, e pela manhã consertaria minha vida, pediria perdão pelos meus pecados e daria um jeito de não cometê-los novamente.

- Nesse caso, você iria com ele?

- Claro! Eu estaria perto dele como nunca antes!

- Então, sabendo disso, viva todos os teus dias como se Jesus fosse voltar amanhã ao meio dia.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Só por hoje


- Ei, mestre! Posso falar contigo?

- Fique à vontade. E esse semblante abatido? O que acontece?

- É justamente sobre isso que vim falar.

- Pode falar. Sou todo ouvidos.

- Sabe, mestre, eu sei que você tem se esforçado para me manter e para me ensinar, mas estou pensando em partir.

- Qual a origem desse pensamento?

- É que, mestre, eu estou cansado! Estou cansado de subir montanhas, de montar altares e de passar noites em claro. Estou cansado de sair pela vila, e bem... Mestre, você não tem culpa. A propósito, é um ótimo mestre. Mas eu estou cansado das vaias, da cana estralando nas costas, e das quarentenas menos uma de chicotadas que me deixam em carne viva! A verdade é que eu não quero desistir, mas eu sinceramente não estou suportando esse peso!

- Pequeno, posso lhe dar um conselho?

- Claro, mestre! Mas duvido que consiga me fazer mudar de ideia.

- Aguenta firme.

- Mas mestre...

- Só por hoje!

- ... Mestre?

- Sim?

- Você já diz isso há tanto tempo! Foram essas mesmas palavras que saíram de sua boca quando fui atacado por lobos. "Só por hoje", você dizia enquanto arrancava as peles que apodreciam. Dizia como se a frase fosse uma anestesia, e repetia no decorrer dos dias como um mantra sagrado. E hoje, quase com a trouxa sobre o ombro, escuto as mesmas palavras que inquietam minha alma e que me geram aflição!

- Você está dizendo que não sou capaz de dar conta do que digo?

- Não, mestre! Por favor, me entenda! Eu sei que és homem sábio e que o teu conhecimento excede o de todos os livros. Mas mestre, você nunca teve a impressão de carregar a eternidade e o mundo inteiro nas costas?

- Pequeno, ainda és jovem e não entendes. Quando compreender o que digo, pararás de fugir e de sofrer em vão. Não se trata do mundo todo, mas de si mesmo. Na verdade nem mesmo a eternidade está em questão, mas o atual momento. Com o teu crescimento entenderás que existe um lugar no universo, no espaço e no tempo que é só teu. Além destes, nada mais te pertence. Pra ti, no momento, só resta o segundo presente. Não lhe é necessário reger as forças sobrenaturais ou da natureza. Para ti basta a cada dia levantar antes do sol, recolher água no poço, cozinhar e comer. Não tens a eternidade em mãos, simplesmente um lugar nela. Se quiser partir, não trancarei os portões, nem soltarei os cães. Eu sei que você está cansado mas, antes de se precipitar, pense muito bem. O amanhã trará sua esperança. Quanto ao mal, é só por hoje.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

[Música]: Aquietai-vos



E aí pessoal!

Eis que vos trago hoje um sambinha maroto (ou algo que pareça um samba xD).

Espero que gostem!



(Ah, perdoem a qualidade do vídeo. Eu gravo com a câmera frontal do celular, e a película está bem em cima da câmera. Em breve - ou talvez não tão breve assim - a gente resolve esse problema!)

domingo, 30 de abril de 2017

Hey, voltei!


E aí pessoal! Tudo bem com vocês?

Eu sei que eu sumi por esses tempos, nesse vai, não vai mas agora cheguei pra ficar! (Até a próxima reforma, confesso). Pra falar a verdade a minha vontade era estacionar esse projeto e tocar a vida em outras áreas, inclusive já tinha escrito um post de despedida, mas vocês sabem como funciona. As coisas não são do nosso jeito.

Como já disse, eu to chegando pra ficar. Mas, antes de voltar com os temas nossos de cada dia, eu quero compartilhar com vocês o que eu fiquei fazendo nesse tempo em que fiquei fora.

Bem, pra começar eu andei estudando. Não pense você que foi pra Enem, Etec e essas coisas todas não. Ainda estudando música! Mais especificamente teoria musical e violão. Com esse cara...



Esse canal tem Selinho de Aprovação Tesouros ao Vento! Pras vocês terem noção, em duas semanas aprendi o que não tinha entendido em anos!

Andei assistindo umas pregações, dentre elas uma do Douglas Gonçalves junto com a Val, do JesusCopy. Você é maduro?



Além disso, andei lendo o livro JesusCopy - A Revolução das Cópias de Jesus, e talvez role até uma resenha básica aqui, O resto das coisas que andei fazendo, só nos próximos posts para descobrir. Isso não é estratégia de marketing, juro. É que muita coisa tem passado por minha cabecinha, coisa demais pra um post só. Mas, como voltaremos a caminhar juntos aqui, teremos todo o tempo do mundo até Jesus voltar para conversarmos sobre o que Ele tem me ensinado.

Aproveitando o espaço, já quero informar vocês de que a nossa página no Facebook está estagnada até segunda ordem. Por quê? Assunto pra outro post! Sorry, mas é longa história. Então quero pedir a colaboração de vocês na divulgação do conteúdo. Compartilha no face quem tem face, no whats quem tem whats, no privado, e-mail, imprime e lê na praça pública, ou sei lá. Que a divulgação do nome Tesouros ao Vento não seja o mais importante. Que o nosso foco seja divulgar e exaltar o nome de Cristo! Esse blog aqui é só um instrumento, sacas?

De antemão já digo pra vocês: Caso tenham alguma sugestão de tema, comentem aí! Eu já tentei fazer e-mail do blog, mas não adianta, eu não leio. Talvez mais pra frente dê certo, mas por enquanto a melhor forma ainda são os comentários.

Talvez nosso lay mude - ou talvez não. Tudo depende do tempo, humor, condições climáticas, organização das estrelas e disposição. Brincadeirinha! Mas é um caso a se pensar.

Qualquer sugestão, dúvida ou afins, pode deixar aí embaixo!

Fiquem com Deus
e até a próxima!

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Aprendendo com José - Parte 2


E José apressou-se, porque o seu íntimo moveu-se para o seu irmão; e procurou onde chorar, e entrou na câmara, e chorou ali. Depois, lavou o rosto e saiu; e conteve-se e disse: Ponde pão. (Gênesis 43.30-31)

O trecho acima acontece quando os irmãos de José vão até ele com o irmão caçula, Benjamim, seu único irmão de mesma mãe, que não via há aproximadamente treze anos. Com ele podemos aprender o que fazer quando nosso coração é posto à prova com emoções intensas.

  • Vá até o seu quarto e chore ali
Jesus nos ensina a orar em oculto, pois nosso Pai que vê em oculto nos recompensará (Mateus 6.6). Chorar publicamente nos expõe a um grave perigo: A autocomiseração. "Ninguém me ama! Ninguém me quer! Meus problemas são maiores do que eu posso carregar! Ninguém sofre como eu!" são apenas algumas das frases que saem de nossas bocas quando dominados por esse sentimento.

No quarto, no secreto, além de não termos ninguém para nos dar tapinha nas costas, nem nos preocuparmos em receber atenção, ainda somos confrontados pelo próprio Deus que nos encontra no secreto. "Seja forte! Não tenha medo! Vá lá fora para que eu mostre a todos que Eu Sou Deus!". Ele não condenará o nosso choro, mas nos dará a resposta que precisamos, ou o silêncio, ou a paz, ou a força.

  • Lave o rosto antes de sair
Nada de sair na rua com olho inchado e nariz vermelho, senão chorar em secreto se tornaria totalmente vão. Nossos sentimentos intensos não cabem à multidão. O que acontece no quarto, fica no quarto. A intimidade não serve para ser revelada. Não podemos fazer as coisas com a intenção de sermos notados.

José poderia voltar com o semblante mudado e ninguém ousaria contestar, afinal ele tinha poder para mandar que todos eles fossem mortos. Mas ele entendeu que não era tempo de revelar o que estava em seu coração.

  • Contenha-se
O restante da conversa não dizia respeito a José. O assunto em pauta eram seus irmãos, e naquele momento não importava como estava o coração do governador. Se existe momento de explodir em secreto, exite momento de se conter. Não falar sobre a dor, ou a paixão, ou o luto, ou a euforia. Voltar todo o nosso olhar para os outros. É preciso ter auto controle e se dispor a controlar seu próprio espírito.

  • Ponha pão
Depois de se recompor, José ordena aos servos que ponham pão para seus irmãos. Depois de ter as forças renovadas pelo próprio Deus, é hora de alimentar outras pessoas. É quase desumano pensar somente em nossos problemas - que inclusive estão sendo cuidados por Deus - enquanto pessoas morrem de fome do Pão da Vida.

Quando despimos nossas almas diante de Deus, Ele não só cuida de nós como também nos capacita para cuidar de outras pessoas. Já estamos alimentados, fortes, mas há gente que depende de nós para não desfalecer.

A princípio, as emoções intensas apontam para nós, mas quando colocamos diante de Deus, crendo que Ele cuida de nós, percebemos que se trata de algo muito maior: O Reino de Deus. Então todos os nossos esforços se voltam para guiar os famintos ao Pão Vivo.

"Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade,
porque ele tem cuidado de vós."
(1 Pedro 5.7)


quarta-feira, 5 de abril de 2017

Aprendendo com José - Parte 1


José, o famoso sonhador, sempre esteve em posição de destaque. Dentre seus irmãos, seu pai tinha por ele uma afeição especial; quando levado como escravo, governou sobre a casa de um homem importante; na prisão, foi colocado como responsável; e ao final de sua vida é o segundo maior de todo o Egito. Com José conseguimos tirar algumas lições muitíssimo importante para nossas vidas:

  • Não espere as condições favoráveis para fazer o seu melhor
É muito fácil olhar para José e dizer que ele foi excelente diante de Faraó, afinal, ele estava no auge de sua vida, sendo menor que faraó somente pela coroa. Mas a excelência de José independia das circunstâncias. Quando a mulher de Potifar agarrou sua roupa para que ele se deitasse com ela, não esperou para ver no que dava. A consequência? Foi sentenciado à prisão. E mesmo lá, permaneceu excelente. Quando o copeiro e o padeiro de Faraó, que também estavam presos, tiveram sonhos que não entenderam, José os interpretou, mesmo dentro da prisão.

Não podemos fazer as coisas de qualquer jeito só porque não condiz com nossos talentos ou gostos pessoais. Provavelmente José não queria ser vendido como escravo, nem ser levado preso, mas continuou sendo excelente, da mesma forma que era na casa de seu pai.

  • Honre a Deus e o Senhor estará contigo
Nas duas vezes que a expressão "E o SENHOR estava com José" aparece em Gênesis (39.2; 39.21), logo após seus senhores (Potifar e o carcereiro-mor) achavam graça em José. José fazia tudo o que fora instruído, honrando a Deus e aos homens. O que era colocado em sua mão, ele fazia. Porém, quando ele não podia agir, Deus agia por ele.

Precisamos fazer o que está ao nosso alcance. Sem choramingar, sem procrastinar. Com garra e determinação, transparecendo sempre a excelência com que Cristo caminhou por essa terra. Onde o nosso braço não alcançar, o de Deus alcança. Não precisamos temer que as portas se fechem em nossa cara quando Deus nos mandou passar pela porta. Nem tudo será borboletas e arco-íris, mas em tudo podemos crer: O Senhor estará conosco!

O sofrimento virá, assim como as emoções que agitam o coração, mas Ele estará conosco. Que como José, venhamos aprender que nossa excelência não deve depender das circunstâncias, e que não existe impossível para o nosso Deus.

domingo, 19 de março de 2017

Ainda é cedo


Ei! Posso te dar um conselho?
Sossega esse teu coração
E vê se para de buscar
Tudo o que te falta.
Será que não vês que ainda é cedo?
Tens até o fim da vida
Pra tratar tuas feridas,
Construir tua carreira,
Colocar teu pé no altar.

Falando em pé, compre um All Star
Ou um tênis esportivo
Pois extenso é o caminho
E acabou de amanhecer.

Será que não vês?
Eis o tempo de crescer,
De apanhar sem revidar,
De sangrar e não morrer.

Figurinhas, boneca, amarelinha
Foi-se o tempo, deixe pra trás!
Se queres mesmo ser
Alguém de verdade
Trate de desligar a TV,
O celular e o 3G
Bota a cara no sol e vá viver!

Será que não vês?
Tens a força que daqui uns anos não terás
Tens os sonhos, os recursos
E o que falta?
Não me diga que é tempo!
Será que não vês que ainda é cedo?

És jovem
És forte
E o tempo está a seu favor
Não troque o caminho que te levará a algum lugar
Por trilha de prazer, explosão de sabor.

Será que não vês que ainda é cedo?
Vamos, levante-se, não tenha medo!
O que te falta hoje
Há de vir com o tempo.
Quanto a você
Precisa escolher
Se quiser pode usar o meu conselho
Escute o que eu digo
Sossega essa alma
Que ainda é cedo.

quinta-feira, 9 de março de 2017

O dia depois do Amanhã


"É utopia!", respondeu quando disseram que depois do Amanhã havia Outro dia. Amanhã, o dia da tortura e do abate final, não poderia anteceder outro sol a nascer.

A angústia fazia o coração pesar a massa do corpo inteiro. Roteiro: Aproveitar os últimos momentos de paz tendo em paz o coração. Realidade: À noite suar frio por desespero e antecipação.

Depois do Hoje há outro dia, o temido Amanhã. Parecia grande mentira recitar as palavras que davam esperança de que havia vida após o nó na garganta, o murro no estômago e as terríveis horas de alma trancada numa sala fria.

"Depois do Amanhã não pode haver um Outro dia!", repetia.

Como os segundos que dizem anteceder a morte, em que todos os momentos bons e ruins passam diante dos olhos, torturava-se, mas não com o passado. Futuro. O presente era uma salão escuro. Sala de espera para o matadouro.

Pobre ovelha, tão vivida e tão ingênua. Não sabes que não se trata de abate, mas apenas de tosar? Pode ser que por descuido ou descaso você saia sangrando, mas é ferida pequena - ou mesmo grande - e perfeitamente possível de se estancar.

Não minto ao dizer que o Amanhã lhe fará sofrer, mas a morte é exagero. Amanhã, você já sabe, tem chibatada nas costelas, vinagre na boca e angústia na alma. Mas vê se te acalma, que o Amanhã ainda nem chegou! Fica em paz, o que passou, passou. O que há de vir, não veio. Não se drogue de ansiedade nessa brisa de desespero.

A sua tarefa é entender que o Hoje não carrega a dor do Amanhã. Portanto sorria, e não deixe esse radiante dia passar apenas por medo do sucessor. O Amanhã vai chegar, mas até lá você pode deitar, dormir e descansar. Quando chegar, receba-o com força, coragem e fé. Se um desses te faltar, não se preocupe. Mesmo que a tua ferida sangre um pouco mais, depois do Amanhã tem Outro dia. Então entenderás que não é utopia, apenas o ciclo que compõe a vida. A gente caminha, cai, e logo levanta. A queda não é o final, mas um novo ponto de partida.

Se o caso for de alma aflita com inesperada notícia, não pense que é o fim. É apenas o Amanhã que chegou sem avisar, com dor, tristeza e luto. Não se dê por vencido antes do show terminar. O Hoje agora é Ontem, com memórias de um passado bom. O Amanhã agora é Hoje, com os instrumentos de tortura em mãos. Amanhã é Outro dia.

Viva o que tiver que viver. Doa o que tiver que doer. Que tédio seria se a vida fosse todo dia, tudo igual. Mas quer saber de uma coisa? Mesmo sabendo que logo, logo terá de caminhar sofrendo e chorando, sossega a alma, o coração, e o que tiver mais pra sossegar. Basta a cada dia o seu mal!

sexta-feira, 3 de março de 2017

Escolha esperar em Deus


Vivemos num mundo a um clique de distância entre onde estamos e onde queremos chegar. Esperar é praticamente uma tortura. Nos tornamos impacientes. Não aceitamos que o trânsito altere nosso planos. Que dirá ter os planos alterados por Alguém que não se vê!

Esperar em Deus. A expressão hoje em dia é tão utilizada que chegou a se tornar banal. Mas saiba que essas palavras ainda têm o mesmo significado diante do Criador do Universo. Esperar é uma atitude para a vida toda mas, como de costume, trataremos aqui da espera na área sentimental.

"Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis nem desperteis o amor, até que queira"
(Cantares 2.7)

Nunca acorde a criaturinha que está em seu casulo. Isso resultará na quebra de um processo que a transformaria em uma bela borboleta. Como diria Marcela Taís: "O amor, ele não é cego, ele sabe os passos que precisa dar". Não queira ensinar o amor a caminhar. Se você o avista de longe, com passos lentos, não corra ao seu encontro. Nem mesmo se ele estiver a três passos de ti. No tempo certo ele vai chegar.

Se o amor está dormindo, deixe-o dormir. Ninguém vai querer um amor mau-humorado ou com pensamentos desconexos. Deixe que ele durma em paz! Somente Deus tem o toque certo para acordar esse tal de amor, para que ele venha perfeito.

Paul Washer, em um seminário sobre namoro cristão, nos diz que apaixonar-se não é o sinal para que você se relacione. Quando sentirmos as borboletas no estômago, o palpitar do coração e a alegria inexplicável com o menor dos contatos, está na hora de nos prepararmos. É tempo de buscarmos na Palavra quem Deus quer que sejamos como homens e mulheres que honrem a Ele.

Antes de pensar que Deus é um carrasco que quer te privar de ser feliz, lembre-se: Deus é o maior casamenteiro de todos os tempos! Foi Ele quem preparou Rebeca para Isaque, lembra? Quantas histórias de amor ouvimos hoje em dia, Deus como escritor, que deram errado? Nenhuma! Deus nunca erra em seus palpites, nem se precipita em suas ações - diferentemente de nós.

Pare de pensar em namorar. Pense em se tornar alguém pra Deus! Não toque no casulo. Nem tente espiar lá dentro. Enquanto você busca ser alguém pra Ele, Ele prepara a pessoa para ser alguém para você, e você para ela. Quer alguém que conheça os dois melhor do que Deus?

Temos que deixar essa mania de achar que tudo é na tentativa e sorte. Deus é certeiro. Depois de lançar uma flecha, Ele não a pega de volta para lançar novamente, nem lança uma flecha nova. Vamos parar de ser teimosos e, em vez de orar: "Senhor, por favor, prepare ele/ela para mim", passemos a dizer: "Senhor, tu conheces o meu coração e o meu desejo. Contudo, seja feita a Tua vontade".

Sejamos maduros. Se não somos, esse é um ótimo momento da nossa vida para desenvolver isso. Já estamos crucificados com Cristo (Gl 2.20), não vivemos mais para nosso querer.

Deixa Deus cuidar de você nesse momento tão delicado. Recuse-se colocar as vendas da ilusão. Não se precipite achando ser a melhor forma. Só viva e busque cumprir a vontade de Deus, e o Deus da vida cumprirá o Seu querer em ti.

"Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar e nada se lhe deve tirar. E isso faz Deus para que haja temor diante dele."
(Eclesiastes 3.14)

quarta-feira, 1 de março de 2017

Um amor que te complete


Quem nunca se inspirou com uma comédia romântica atire a primeira pedra!

Chega um tempo de nossa vida em que uma de nossas maiores preocupações é encontrar um amor que nos complete. Não há mal nisso, afinal, o nosso interior é tão completo quanto um queijo suíço. A verdadeira questão é onde estamos procurando esse amor?

A resposta pode parecer óbvia: Num servo (ou serva) de Deus, vaso (ou vasa) cheio da unção!

BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIM! - resposta errada

Eu sei que o que eu vou dizer aqui vai chocar a muitos. Desculpe, a intenção não é chocá-los. Brincadeirinha, é sim. Só não me leve a mal mas...

Você nunca vai achar a varolinda ou o boyunção que te complete! (pasme)

E sabe o porquê? Chega mais no flashback...

Lá atrás. há muitos anos, assim que o mundo se tornou mundo, o homem foi criado e lhe foi dada a tarefa de cuidar do jardim, Deus olhou para Adão e disse: "Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele (ou lhe assista)". Um sono profundo, uma costela arrancada, e assim nasce Eva. [Tudo isso lá em Gênesis 2.18-23]

Adjutora e alguém que lhe assista. Em outras palavras, as características concedidas por Deus a ela eram não só a capacidade como a responsabilidade de prestar auxílio e assistência a Adão. Percebe como não tem nenhuma parte que diz que lhe complete?

Todas as pessoas nesse mundo, vasto mundo possui vários buracos no peito, e uma necessidade eminente de completude. Ninguém é capaz de completar um ao outro. O esquema de metade da laranja não funciona, pois cada um de nós tem uma forma, assim como os buracos que temos são diferentes das formas que os outros possuem. É como querer colocar uma pessoa quadrada numa necessidade triangular!

Você pode sim encontrar alguém que lhe ajude na caminhada, daqui pro fim da vida, mas essa pessoa não será capaz de lhe completar.

Ok, então é só sentar e chorar, e aceitar esses buracos que temos dentro do peito?

De forma alguma! A solução é tão simples que...

Se eu contar, você não vai acreditar!

Bora dar um pulinho na Bíblia?

"O meu Deus, segundo as suas riquezas,
suprirá todas as vossas necessidades
em glória, por Cristo Jesus."
(Filipenses 4.19)

Ser pleno é uma necessidade do ser humano. Engano nosso é pensar que encontraremos isso na pessoa mais íntegra, fiel, divertida e comprometida que existe em nossos círculos sociais. Engano nosso é pensar que o que nos falta é a pessoa que Deus preparar para nós (veja bem, não estou me referindo a um relacionamento sem o consentimento e benção dEle).

O ser humano já foi completo um dia. Lá atrás, assim que o mundo ser tornou mundo. Quando o pecado não tinha raízes em nosso ser. Quando não havia muro algum entre nós e Deus. Não é de uma pessoa para fazer cafuné que nós sentimos falta. Não é de alguém para maratonar séries que nossa alma anseia. Nossa alma sente falta das mãos que moldaram nosso corpo e da boca que soprou vida em nós! Ela quer estar perto de Deus pois ela foi criada para viver assim!

O véu rasgou. Hoje temos livre acesso para entrar no lugar Santo dos Santos. Não há mais barreiras. Não há nada que impeça que nossos joelhos se dobrem e o nosso orgulho caia por terra diante do Deus Criador.

Ele, somente Ele pode completar as lacunas que temos aqui dentro. Só Ele pode perdoar nosso passado e nos tornar verdadeiramente amados. É de um pai que você precisa? Ele de tomará nos braços! É de um amigo que você precisa? Ele ouvirá tuas histórias e contará as dele a tarde toda! É de um noivo que você precisa? Ele te abraçará, beijará a sua testa, e deixará que as tuas lágrimas escorram por Sua camisa!

É maravilhoso pensar que existe um Deus que nos sonda (Sl 139), vê nossa necessidade, e não só se prontifica para supri-la, como se oferece para supri-la em glória! O abraço que você nunca recebeu. O carinho que você nunca sentiu. A atenção que você nunca teve. Em glória! O sorriso que você nunca viu. O dedão positivo que nunca lhe parabenizou. O puxão de orelha que nunca lhe livrou de cair no abismo. Em glória!

Não se desespere, por favor. Não estou dizendo que Deus não lhe preparará um par para caminhar. Só estou dizendo que, quando Ele te completar, esse pensamento não será mais uma preocupação.

Não se preocupe em encontrar alguém que tenha o que lhe falta, nem tente ser essa pessoa. Mesmo que a tal pessoa seja quem Deus preparou para você, ela vai te decepcionar, errar, e dar uma daquelas mancadas das feias uma vez ou outras. Isso porque ela será tão pecadora quanto você é. Não busque completude, tampouco perfeição, no rapaz ou moça. Busque ambas as coisas no Deus que te criou, que te amou, que morreu por você, e te completa.


És o amor que enche
Laura Souguellis

domingo, 19 de fevereiro de 2017

A vida está acontecendo



Com o olhar atento sobre as árvores que dançam ao chacoalhar do vento, e sobre as crianças despreocupadas a brincar, percebo que o mundo não segue meu desejo, que não sou eu quem faz o planeta girar.

Com essa louca preocupação de cuidar de tudo e todos, e carregar o peso que não pertence a mim, passei a ingenuamente acreditar que esse é o meu mundo, essa é minha vida e o meu jeito de acontecer.

Mas sabe o que é? A vida tem suas próprias cores, vozes e movimentos. Com o olhar atento sobre as árvores que dançam ao chacoalhar do vento, percebo: Mesmo sem mim, a vida está acontecendo.

O grito animado das crianças não para se eu decidir parar de brincar. O coração apaixonado não morre se eu resolver dizer adeus. Os pássaros não deixam de cantar só porque não sou plateia. O tempo não para de correr só porque eu me cansei.

Sossego o coração agitado, relaxo esse corpo cansado e entendo: Com o olhar atento sobre as árvores que dançam ao chacoalhar do vento, sem dizer uma palavra ou mover um dedo, a vida está acontecendo.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Nada mais importa



Uma noite de sono ou sem dormir. Um riso ou uma face oculta marcada por choro para que outros possam sorrir. A força, a sabedoria, o conhecer e o executar. A ausência de tempestades ou peregrinação em alto mar. Nada é tão importante quanto o fator agravante que define os meus dias e a eternidade vida após. No final, a vida toda é um emaranhado de nós, e somente o Criador pode tornar a confusão em confessar, chamar o miserável para uma ceia a sós, transformar cordão trançado numa rede de pescar.

Quanto vale o dinheiro ao lado do sangue? Qual o valor do sucesso comparado ao sacrifício? Bebeu o cálice, provou a ira, entregou o seu espírito. Chorou, sofreu - como eu. Mesmo com a dor tomando forma não desistiu ou se rendeu. Moeu a carne, afligiu a alma, desfaleceu. Não bastasse o notável sacrifício para justificar os miseráveis como eu, retornou à glória, fez jus ao nome Filho de Deus. Nem a morte o pôde conter. Ele venceu!

Por esta razão, minhas pálpebras pesadas não incomodam, tampouco o clamor de uma alma desolada antes do sol raiar. Somos filhos, somos servos daquele homem cujo maior ministério era incondicionalmente amar. Diante do inegável fato que nos deu a esperança de um final, o que importa mais: a Verdade ou esse mundo superficial?

Que nem o meu sono ou conforto sejam mais importantes do que não deixar o soldado ferido morrer. Que o meu ministério não tome o lugar do Deus que por mim decidiu se reder, como se nada mais importasse.

Aos meus olhos, com óculos divinos que me consola e exorta, enxergo a verdade que já recusei ver: Além de Cristo, nada mais importa.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Insegurança: A posição mais segura do universo



Acreditou ter o singular dom sobre o campo. A terra secou.
Acreditou ter controle sobre o volante. O carro desgovernou.
Acreditou ter os melhores planos. Tudo falhou.
Acreditou que não podia mais nada. Agora entendeu!
Recomeçou.

Se tivéssemos plena dimensão do poder de Deus e de Sua soberania sobre o universo, com certeza gastaríamos menos tempo confiando tanto nos esforços de nossas mãos. "Se eu não fizer a coisa não anda", "Comigo fazendo não tem como dar errado", "Vem na minha que você vai se dar bem" são alguma frases que, quando não escapolem por nossos lábios, vagueiam por nossas mentes.

Por um momento (ou série de fatos) nos esquecemos de quem somos. Somos pó, somos fracos, temos a raiz do pecado dentro de nós. Por mais que nos esforcemos para provar o contrário, somos incoerentes, frágeis e totalmente dependentes. Por que gastar tanto tempo tentando provar ao Deus que nos criou que nós podemos fazer as coisas sozinhos?

Quando se sentiu pronto, faltava tanto. Foi duro de encarar!
E quando se sentiu santo, um tapa bem na face te colocou no seu lugar
[...]
Quando se sentiu certo, tudo deu errado. Não pôde consertar
No dia em que se deu conta, percebeu que Deus te deu a chance de recomeçar
(Errando e Aprendendo - Banda Resgate)

Quanto tempo precisaremos plantar sementes que não vingam para perceber que é Deus quem envia a chuva e o sol? Por quanto tempo confiaremos em nossos planos que acabam em falência para reconhecer que nEle está o querer e o efetuar? Em quantos abismos teremos que cair para entender que o caminho de Deus é perfeito?

Seguros. É isso que queremos ser. Será que não percebemos que o mundo é inconstante demais para pensarmos numa loucura dessas?

Às vezes Deus permitirá que nossas vidas pareçam escombros pós-guerra. Às vezes Deus não enviará chuva nem sol, nem se responsabilizará pelo crescimento. De vez em quando Deus deixará parte de nossa vida sob nosso controle, para que percebamos que nós nunca tivemos o controle de nada.

Às vezes perguntaremos a Deus o porquê de uma série de desventuras estarem acontecendo conosco. Será que vamos perceber que tudo foi arquitetado para que esse momento chegasse? Para que olhássemos para os montes e reconhecêssemos que só de Deus vem nosso socorro.

Inseguros. É isso o que somos. Será que perceberemos que não há posição mais segura do que esta?

Quando descartamos os esforços vãos de colocar em vigor nossas forças, há espaço em nós para que o poder de Cristo habite. Somos fracos, mas Ele é forte. Que todos os dias de nossa vida venhamos usar as palavras de Eduardo Mano: "Tu és Deus, e eu não sou", e nos alegrar com isso.

"E disse-me: A minha graça te basta,
porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.
De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas,
para que em mim habite o poder de Cristo.
Pelo que sinto prazer nas fraquezas,
nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições,
nas angústias, por amor de Cristo.
Porque, quando estou fraco,
então, sou forte."
(2 Coríntios 12.9-10)

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Não é sobre mim



Porque dele, e por ele,
e para ele são todas as coisas;
glórias, pois, a ele eternamente.
Amém!
(Romanos 11.26)

A vida é cheia de impasses. Ora montanha-russa, ora beco sem saída. Então encontramos um Deus onipotente, que pode, num piscar de olhos, acabar com todos os nossos problemas. Ele tem voz forte o suficiente para ordenar que as tempestades de nossa vida se acalmem, e fazer com que elas obedeçam. Se eu vivo com um Deus tão poderoso, então por que eu tenho que passar por tantos problemas? Adivinhe só: Isso não é sobre mim!

Se a história da humanidade fosse um filme de duas horas, a minha vida, com conflitos e tudo, não ocuparia dois segundos. Porém, qualquer um dos espectadores perceberia Cristo. Fosse no tema principal, na sinopse que vem na capa do DVD, ou nos Easter Eggs*. Cristo está em toda parte!

Como posso ser tão egoísta a ponto de achar que tudo isso se trata de mim, e exigir de Deus uma solução milagrosa para todos os meus problemas? O Evangelho não é sobre agradar a Deus em troca de favores. Se formos pensar em moeda de troca, nem toda a fé e obras que passem por nossas mãos e mentes serão capazes de pagar o sacrifício que Cristo foi por nós naquele madeiro.

Isso não é sobre mim. Eu não posso gastar meus dias promovendo a imagem de uma vida que é como neblina. O meu viver e esforço serão em vão se eu minhas palavras e principalmente atitudes não apontarem Àquele que é Eterno.

Daqui um tempo não estarei sobre a face dessa terra. Será inútil gastar o tempo da minha vida choramingando no cantinho, questionando a Deus sobre o porquê de Ele não me ajudar a solucionar todos os meus problemas. Em um pregação no Culto de Louvor na minha igreja, houve uma frase que me marcou muito: Administrando conflitos a fim de não perder a salvação. Entende a profundidade das palavras? Não é "Deixando Deus resolver os conflitos", nem "Desviando dos conflitos". Conflitos haverão, e sempre, mas mais uma vez digo: Isso não é sobre mim!

Tudo isso é sobre Ele! Esse blog é sobre Ele! Minha vida é sobre Ele! A história da humanidade é sobre Ele! A natureza é sobre Ele (Rm 1.20)! É enganar a mim mesma colocar na minha cabeça que Deus é um garçom que dirá Yes, my lady após cada pedido escalafobético que eu fizer.

Nada disso é sobre mim. E, entenda, nem sobre você. Deus não é obrigado a nada. Ele já fez muito em nos comprar com seu sangue naquela cruz! Nós não podemos ser egoístas enquanto nos escondemos detrás do escudo de "discípulos de Cristo", e gritamos em alto e bom som que comeremos o melhor dessa terra (nos referindo erroneamente aos fast foods a vidas ociosas).

Entenda: Nada disso é sobre nós! É tudo sobre Ele!


A sua comida era a vontade do seu Pai
E o que fugia disso ele deixava para trás
A minha paz custou o seu castigo
Por meu pecado foi moído
Cordeiro de Deus
Seu nome é Jesus


Sobre Ele
Amanda Rodrigues

-----
Notas
* Easter Egg significa "ovo de páscoa" em inglês, mas também se refere a segredos escondidos em filmes, programas ou jogos de video game.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Apaixone-se por Cristo!


"O seu falar é muitíssimo suave;
sim, ele é totalmente desejável.
Tal é o meu amado,
e tal é o meu amigo,
ó filhas de Jerusalém."
(Cantares 5.16)

Certa feita estava conversando com alguém sobre a saga maior que Em Busca do Vale Encantado: Em busca do crush encantado! Nas indas e vindas e nas trocas de ideias, essa pessoa me surpreendeu com uma declaração: Pra superar tudo isso, Jesus deve ser a sua primeira paixão! ~não com essas palavras, mas certamente com o mesmo significado.

Me peguei pensando sobre isso por esses dias. Tantos pregadores e estudiosos de música cristã condenam veementemente o fato de cristãos levantarem suas mãos na congregação para dizer que estão apaixonados por Cristo, ou que Cristo era apaixonado por sua missão.

O que eu tenho percebido, é que grande parte dos cristãos é apaixonada por Cristo - e não há mal nisso! O divisor de águas não é estar apaixonado por Ele ou não estar. Mas sim com que tipo de paixão estamos apaixonados.

Veja bem, existem dois tipos de paixão. Uma delas vamos chamar de paixão repentina e a outra chamaremos de paixão construída. Vamos pensar um pouquinho sobre cada uma delas para entendermos se é bom ou não é a forma como estamos nos relacionando com Cristo.

A paixão repentina é o que costumamos sentir pelo crush encantado. Nós mal conhecemos a pessoa, mas ela se comunica tão bem, trata tão bem os que estão à sua volta, é usada por Deus, excelente e comprometida em tudo que faz. Ao final de inúmeras análises, tudo o que podemos concluir é: Uau! Como não se apaixonar?

Quando o sentimento que temos em relação a Cristo é a paixão repentina, podemos dizer que Jesus é o nosso crush, e isso é totalmente prejudicial para nosso relacionamento com Ele. Muitas pessoas que sofrem com a paixão repentina se sentem tão extasiadas ao ouvir o nome do crush que mal consegue mandar uma mensagem pelo whatsapp! É esse o tipo de relacionamento que queremos ter com Cristo?

Cristo, o galã, o atleta, o Cara! Todas as garotas murmurando pelos corredores do colégio como ele é maravilhoso. Nenhuma tem coragem de dar um oi no refeitório. Que comportamento infantil, não é? Como podemos nos iludir acreditando que Cristo cobra de nós toda essa euforia que nos rouba o controle e nos trava diante de sua presença, se ele nos chama à maturidade?

A paixão construída é o completo contrário! Não é se deleitar nas qualidades de uma pessoa sem que a pessoa saiba que você exista (não literalmente pois, como sabemos, ele é onisciente). A paixão construída é aquela que se faz ao conviver de forma íntima com uma pessoa. Trocar ideias, olhares, fraquezas, sonhos, quês e porquês. É a paixão descrita tão poeticamente no livro de Cantares.

A paixão que se desenrola entre quatro paredes. Na porta tem uma plaquinha escrito: O que acontece em Vegas, fica em Vegas. É o segredo, o abrir a alma, o chorar de angústia, é a parceria para realizar grandes sonhos. Percebe como essa aqui soa muito mais madura - e segura?

A paixão construída é no levantar cedo para preparar o café da manhã, no ver as roupas jogadas pela sala e dar valor maior à pessoa do que à ordem (mesmo que esta também seja muito importante), no acordar e ter o vislumbre dos fios bagunçados e cara amassada da pessoa amada, no escutar o não, chorar, mas não desistir de sentar à mesa à noite para contar o que se passou durante o dia.

Apaixone-se por Cristo! Mas que não seja aquela paixão histérica, típica garotinhas do colegial vendo o veterano andar com classe pelos corredores dos calouros. Que seja aquela paixão profunda, segura, que se pode dizer: Eu te pertenço e você me pertence. Que nós não venhamos falar sobre Cristo com as informações resultantes de incessantes investigações pelo facebook dos amiguinhos cristãos. Que venhamos falar de um Deus bom, porque Ele tem sido bom para nós.

Apaixone-se, mas não loucamente. Cristo não quer vários loucos pulando de um precipício como prova de amor. Ele nós convoca, através de Sua Palavra, a apresentarmos o nosso culto racional (Rm 12.1). Apaixone-se, mas não pelo Jesus crush. Apaixone-se pelo Noivo, aquele que vem nos buscar.

Que não venhamos gastar nosso tempo colecionando fotos e prints dos melhores ângulos de Cristo, mas nos ataviando para caminharmos, vitoriosos e radiantes, até o altar celestial!

domingo, 1 de janeiro de 2017

Resoluções e metas para 2017 + Música tema



ADEUS ANO VEEEELHOOOO
FELIZ ANO NOOOVOOOOOO

E aí galera! Como é que vocês estão?

Como prometido, hoje eu venho compartilhar com vocês as minhas....

RESOLUÇÕES PRA DOIS MIL E DEZESSETEEEEEEEEE!
UHUUUUUU! \O/



A minha primeira resolução para 2017 é ser sacrifício a Deus. Que cada dia meu seja dedicado a Ele, e que eu seja a própria oferta que oferecerei a Ele. Cristo mesmo disse para negar a nós mesmos (Lc 9.23), e Paulo diz que já estamos crucificados com Cristo (Gl 2.20). Que nesse 2017 a palavra "abnegação" faça parte do meu vocabulário mais do que a minha carne deseja.


O versículo seguinte ao que escolhi para a minha primeira resolução complementa o convite para sermos sacrifícios vivos, dizendo que com isso conheceremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Eis a minha segunda resolução: Ser guiada por Deus, segundo a Sua vontade. Fazer coisas que por mim mesma eu não faria, deixar de fazer coisas que eu não me vejo sem, correr atrás de objetivos que não são meus, mas dEle, não para o bem da minha reputação e do meu ego, mas para o crescimento do Reino!



E, para me ajudar a lembrar dessas resoluções, compus uma música que será o tema do meu 2017.






Você pode baixar por aqui:






Segue as referências bíblicas da musiquinha:

Lucas 9.23: E dizia: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Mateus 11.30: Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.
Mateus 11.28: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Romanos 12.1: Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. 
Filipenses 3.13b-14: Esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.



Pra esse ano, eu tenho apenas duas metas:
  1. Deixar o cabelo crescer para fazer cosplay de Merida
  2. Doar cabelo! \o/
A primeira está atrelada à segunda, porque o meu cabelo ainda é curto para doar. Se der certo, final do ano sai as fotos!



É isso galera!
Essas são as minhas metas e resoluções para 2017
E as suas, quais são?